Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Som dos Sentidos ♥

Tudo e mais alguma coisa. E gatos. E revolta.


09
Jul13

Onde não há espaço para problemas de coração.

Marie C.

 

Entro , depois de largas horas de viagem. De um centro deserto a um norte cheio de entropia e energia. O calor tá abafado , mas quanto mais me aproximo mais uma brisa estranha mas agradável vem ao meu encontro. O cheiro é sempre o mesmo, desde sempre e para sempre . Não é toda a gente que sente este aroma, típico desta casa . É um cheiro típico para quem tem o coração nesta casa.As paredes são sempre brancas e levemente limpas, as cortinas variam de cor cada vez que volta cá, os tapetes mantêm-se novos apesar da idade já ser compatível com a minha.

Eu posso voltar por um fim-de-semana, um mês ou até 3 meses, mas esta casa tem sempre o mesmo cheiro e cor. Cada canto desta casa é uma memória , cada parede uma lágrima. Dois mundos separados por uma parede de cimento e tijolo. Um mundo de natureza e perigo e outro de conforto e memórias. O sentimento de deixar tudo para trás, por aquele mundo. É saber que ali mora um segredo, que ali há sempre espaço para mim. 

Sentir o cheiro de loureiro e especiarias na cozinha e o de incenso de lavanda pelo corredor. A sensação dos pés descalços sobre a terra seca, enquanto regamos o jardim e o quintal. O cheiro do tomate verde, que me invade enquanto passeio por entre as verduras que a terra me oferece em troca de amor. É como ler uma carta de um amigo de coração, onde vêm sempre memórias por entre histórias e lamúrias. 

Aqui, até o frio é diferente. A brisa fresca , que noutras terras não nossas é incomodo , aqui é bom e nostálgico trazendo um sorriso escondido . À noite , é como se fosse uma dádiva do dia caloroso e trabalhoso. Não é dizer que no Norte o frio é melhor, é dizer que em casa o frio nunca é realmente um problema .

Aqui até a música soa diferente, como se fosse tocada mais melodiosa e agradável . Não é que a cama seja melhor, mas os lençois parece que nos amam e é onde realmente se sente que estás em casa, talvez pelo cheiro ou quem sabe apenas por mania nossa. As cores são diferente, como se alguém fosse ali e muda-se a tela e o brilho da vida.

Aqui só há espaço para problemas de coração. Saudade, dor e aquele bater miúdinho de coração, quando estamos a chegar. Amores aqui não importam , a não ser para serem vividos. Não há espaço para dramas. Podem passar anos e anos, mas o nosso coração reconhece sempre aquilo que ama de forma igual. O coração nunca engana, apenas é incompreendido.

É os jantares da família, onde se fala de pescas e memórias. São as manhãs frescas, a alimentar os animais, e as tardes quentes a ler e admirar o verde. São as noites frescas e nostálgicas onde as estrelas contam histórias e os grilos cantam as boas novas. São os fins de semana a passear de vila em vila , com a cabeça de fora do carro. 

Não é qualquer casa que trás tanto em quatro paredes, é a nossa casa. 

5 comentários

Comentar post

Sobre mim:

bl photo Sem Ttulo_zps5faztibk.png

▻Nortenha
▻24 anos
▻Mundo da Lua
▻Confusa q.b.

Este blog pode conter vestigios de gatinhos, flores, ciência e ironia.

Um blog que fala de tudo,mas no fim não diz nada.

Deixa-me uma mensagem: