Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Som dos Sentidos ♥

Tudo e mais alguma coisa. E gatos. E revolta.


01
Set12

A ternura dos 20.

Marie C.

Tens cinco anos e brincas com plasticinas coloridas com aquele rapaz com quem andaste à porrada à quinze minutos atrás, de repente dás por ti com treze anos a dares importância a rapazes com cabelo aos picos e a batons com brilho quando de repente PUFF acordas para a vida e tens vinte anos. Vinte anos, tens duas décadas nessa pele esticada e brilhante. Passaste anos da tua vida a carregar livros e a dar importância a mais ao que os rapazes pensam.

 

 

Já deixaste de ler a Bravo , ou a Super Pop e passas a ler revistas como a Cosmolitan e jornais desportivos e informativos  como a Bola ou o Jornal de notícias ,porque sentes que passaste vinte anos desinformada.  Começas a sentir necessidade de seguir tendências e cortas partes interessantes das revistas para  colares na parede. Inclusivé, vais começar a fazer aqueles exercícios parvos que estão sempre na secção de saúde das revistas femininas.

 

Provavelmente estás a meio da universidade , a dar o melhor de ti e dos teus anos de juventude para depois te enfiares em quatro paredes a trabalhar oito horas por dia. Por teres este pensamento , sais religiosamente todas as semanas e chegas a casa de madrugada só para sentires que estás a aproveitar toda a tua boa vida de jovem . Ou então estás a trabalhar para angariar os teus primeiros trocos e começar a tua vida. Em qualquer uma destas opções existem 4233121214242312 dúvidas acerca do teu futuro , principalmente se fores portuguesa né? Começas a preocupar-te com poupanças e contas bancárias e gastar dinheiro é um encargo muito pesado quer para quem está a ser sustentado pelos pais como para aqueles que o ganham por eles próprios.

 

 

Olhas à tua volta e notas que as pessoas já não são como eram . Aqueles amigos, que outrora significaram tudo para ti , hoje são pessoas cheias de rancor pelo teu sucesso e a falar horrores de ti. Começas a pensar que aquelas piadinhas que ouviste ao longo da vida não era só coisas de amigos. Começas a passar mais tempo no café, porque no fundo é o único tempo no teu dia em que podes conversas sem ser interrompida por um trabalho ou uma aula. Notas que os assuntos presentes são quase sempre os mesmos : queixumes de falta de tempo, lamentações de situações da tua vida e trabalho/aulas .Começas a notar que a inocência passou e o mundo das mulheres é uma selva. Mesmo que tenhas convivido sempre com rapazes, ter amigos homens levanta sempre suspeita. Não podes ir a um café com um amigo sem que alguém mande a boquinha de " ai tás-te a fazer ao piso" .

 

 

Começas a dar mais importância à família. Começas a notar que as pessoas envelhecem e não são para sempre. Sentes um desespero por não teres o teu pai e a tua mãe para sempre na tua vida e não percebes como vives sem eles. Afinal, passaste vinte anos a discutir e viver com essas pessoas que sempre te apoiaram e sustentaram sem nunca pedir nada em troca. Começas a sentir saudades do teu pai te levar a passear ou da tua mãe te fazer o pequeno almoço antes de ires para a escola. Queres voltar atrás e ser criança novamente.   A tua família começa a tentar por-te fora de casa. Tu queres ter um tempo em família? Eles tentam despachar-te porque acham que tens idade para te divertires. Ou então o contrário, dizem que estás sempre a sair de casa e nunca tens tempo para a família. Eles nunca vão estar satisfeitos com o que fazes, porque sentem que o tempo deles como pais assíduos acabou e nós crescemos muito depressa.

 

 

Não teres namorado assusta toda a gente. Tu até queres ser independente e não ter ninguém na tua vida , mas os teus pais pressionam-te o porquê de não teres ninguém e as pessoas próximas questionam-se se terás outra orientação . Tu até podes querer alguém mas dás conta que todos os homens que infelizmente encontras só querem ter outras intenções contigo. Encontrar um homem que te ame de verdade torna-se uma tarefa que te pode levar à depressão ou ao esgotamento. Afinal, depois de vinte anos notas que o amor é uma tarefa difícil e os rapazinhos que até gostavam mesmo de ti querem agora levar-te para o quarto a uma velocidade espantosa.

 

 

Sentes que nunca tens tempo para nada. Tens saudades dos legos, das tardes  no lago, dos dias de chuva a ver tv. Ter vinte anos é ter a juventude e o mundo em cima.  E quando deres por ti, tens 30 , 40 ou 50 anos. O medo de qualquer pessoa de vinte anos é exactamente esse : envelhecer.

 

11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sobre mim:

bl photo Sem Ttulo_zps5faztibk.png

▻Nortenha
▻24 anos
▻Mundo da Lua
▻Confusa q.b.

Este blog pode conter vestigios de gatinhos, flores, ciência e ironia.

Um blog que fala de tudo,mas no fim não diz nada.

Deixa-me uma mensagem: